Notícias

07 de Dezembro de 2020

Entidades sindicais debatem mobilização em prol de adicional de periculosidade

Encontro reuniu representantes do Sinpol e da Adepol

Compartilhar:

imagem-capa-07122020.png

Jean Rezende, Adelmo Pelágio, Jorge Aglaelson, Adriano Bandeira, Isaque Cangussu e Enio Nascimento

 

Entidades sindicais se reuniram na manhã desta segunda-feira, 07, para apresentar o projeto unificado de adicional de periculosidade e pedir apoio à vice-prefeita eleita, delegada Katarina Feitoza. A pauta da reunião foi alterada após a delegada Katarina justificar a ausência devido a um compromisso político de última hora.

 

Ainda aguardando uma reunião com o governador Belivaldo Chagas sobre o pleito, os representantes sindicais aproveitaram o encontro para reforçar o cronograma de atividades destinado a mobilizar as categorias e reafirmar a união.

 

Para Adriano Bandeira, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE), o momento é de diálogo e fortalecimento dos profissionais que integram a Polícia Civil. "Há alguns meses Sinpol e Adepol têm dialogado de forma aproximada com o objetivo de compreender as necessidades das categorias que representam e o adicional de periculosidade é uma luta comum. Estaremos muito em breve dialogando com os policiais civis nas delegacias da capital e do interior para que todos os colegas compreendam o momento político e sindical que atravessamos. Não podemos cruzar os braços", destacou.

 

Durante o encontro, o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol/SE), Isaque Cangussu, ressaltou a importância do diálogo por melhorias para as carreiras policiais. “Estamos vivendo um momento ímpar na história da Polícia Civil, em que as entidades representativas das categorias estão irmanadas, de mãos dadas, lutando por um objetivo único e comum”, pontuou.

 

Nos próximos dias, as entidades convocarão toda a imprensa sergipana para uma entrevista coletiva, a fim de reafirmarem publicamente a união e detalharem a pauta consensuada e as dificuldades que vêm enfrentando junto ao governo, bem como as ações que pretendem desenvolver a fim de sensibilizar o governador Belivaldo Chagas para a importância do pleito.

 

Estiveram presentes na reunião por parte do Sinpol/SE, o presidente Adriano Bandeira; o diretor Jurídico, Ênio Nascimento; o diretor de Políticas Sindicais e Associativas, Jean Melo; e o diretor de Assuntos dos Aposentados, Jorge Aglaelson. Representando a Adepol/SE estiveram presentes o presidente Isaque Cangussu; e o vice-presidente jurídico, Adelmo Pelágio