Notícias

17 de Maio de 2022

Delegado Alisson Lial é homenageado com título de cidadão Lagartense

Compartilhar:

alisson-lial-2.jpg

Colegas de profissão estiveram presentes a homenagem


 

O delegado de Polícia de Sergipe, Alisson Lial, recebeu o título de Cidadão Lagartense na manhã desta terça-feira, 17. A propositura de iniciativa do vereador e agente de Polícia Civil, Matheus Correia, foi aprovada pelos parlamentares da Câmara de Vereadores de Lagarto. A solenidade ocorreu no auditório da Faculdade Ages, localizado povoado Várzea dos Cágados, na mesma cidade sergipana.

 

Mais dois agentes de Polícia Civil, Luciano Almeida e Damião do Nascimento, lotados na mesma Delegacia, que trabalharam com o delegado Alisson Lial, também receberam a honraria. Assim como alguns policiais militares do 7º Batalhão.

 

Alisson Lial fez questão de frisar a importância desta homenagem para ele e seus colegas. “A importância deste reconhecimento para mim e toda equipe é saber que a população reconheceu nosso trabalho através da Câmara de Vereadores. Reconheceu nosso empenho, nossa dedicação e os dias e noites que nos entregamos para servir e proteger a sociedade. É um marco para nós! E apesar de não estar mais lotado em Lagarto, ser lembrado pelo trabalho que fizemos e por ser homenageado juntamente com a minha equipe torna este momento ainda mais especial. Eu compunha com os dois agentes Luciano Almeida e Damião do Nascimento o trabalho de captura”, acrescentou o delegado, que atualmente está lotado no Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

 

Ressaltando que o trabalho diário não é feito pensando em louros, o delegado disse que se sente muito honrado em ser cidadão lagartense. “Não trabalhamos buscando títulos, mas seria hipocrisia não dizer que fiquei feliz. Traz aquela sensação de dever cumprido. Uma honraria grande, pois é uma homenagem que partiu do povo. Para além do reconhecimento de nossa Instituição, o recebimento de um Título de Cidadão é o povo reconhecendo seu trabalho. Um reconhecimento natural em prol da nossa dedicação é o que torna esta homenagem ainda mais bonita e com um significado muito maior”, enfatizou Lial.

 

O autor da propositura, vereador e agente de polícia Civil, Matheus Correia, ressaltou a importância das equipes de polícia e da sua alegria em homenagear colegas que fizeram diferença por Lagarto. “Lial como é mais conhecido na nossa polícia e por nossa comunidade é um servidor público nato. Ele gosta de servir, gosta de estar próximo ao povo e atende muito bem a todos,- seja a população, os advogados que chegam na delegacia ou os colegas da Guarda Militar. Este relacionamento pessoal que tem com todos termina cativando os que estão próximos. Com todo mérito e capacidade que possui Alisson trabalhou e fez diferença em Lagarto. Eu trabalhei ao lado dele e todos que trabalham na equipe são testemunhas de sua capacidade, de sua boa relação e do seu amor por Lagarto. Estar ao lado de uma pessoa que demonstra seu carinho pela cidade durante o seu trabalho é muito dignificante”, diz.

alisson-lial-4.jpg

Vice-presidente da Adepol/SE, Adelmo Pelágio, parabeniza colega pela honraria

 

O vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Sergipe (Adepol/SE), Adelmo Pelágio, que esteve presente a solenidade, ressalta a importância deste título. “O Título de Cidadania Lagartense conferido ao Dr Alisson Lial tem uma importância que transcende a própria individualidade do nosso colega, pois é algo muito significativo para toda nossa carreira. Afinal de contas é um reconhecimento do valor dos serviços prestados pelo delegado de Polícia para a comunidade na qual ele está inserido. É o reconhecimento de um trabalho realizado primorosamente pelo nosso colega. Um justo reconhecimento. Estamos, todos delegados de polícia sergipanos, muito felizes por isto. Dr Alisson é um colega muito querido por todos e que concilia sólidos conhecimentos técnicos –jurídicos com bastante habilidade operacional. Um excelente profissional que recebe este reconhecimento com muita justiça”, enfatiza.

 

Carreira

 

Antes de ingressar na carreira de delegado, Lial que é formado em Direito e pós-graduado em Direito Público, atuou como advogado até ser nomeado no primeiro concurso como oficial administrativo da Secretaria de Estado de Educação (SEED) onde atuou como assessor jurídico; já como técnico do Poder Judiciário atuou como chefe de secretaria, assessor de juiz e como oficial de Justiça nas comarcas das cidades de Canindé do São Francisco, Cumbe, Siriri e de Nossa Senhora dos Dores.

 

No ano de 2016 foi aprovado no concurso para agente de Polícia Civil de Sergipe, passando pelas delegacias Regionais de Itabaiana, de Nossa Senhora das Dores e na Coordenadoria Operacional de Polícia do Interior (Copci), juntamente com os coordenadores e delegados Jonathas Evangelista Evangelista e Fábio Pereira. Até quando foi aprovado nos concursos de delegado para os estados de Sergipe e Bahia e foi nomeado em maio de 2020 em Sergipe.

 

Natural de Aracaju (SE), Alisson Lial é casado com Renata de Oliveira Rodrigues Lial e tem um filho de um ano e 10 meses, chamado Josué Rodrigues Lial.

 

Assim que tomou posse como delegado, Alisson Lian foi titularizado na 1ª Divisão da Delegacia de Lagarto. A delegacia atualmente responsável por Crimes da Lei de Drogas e correlatos e crimes previstos no Estatuto do Desarmamento, tipificados nas leis 11.343 e da 10.826. “Mais na minha época esta divisão acumulava também trânsito, ambiental, crimes contra a ordem tributária e administração pública, crimes que eram residuais”, explica o delegado, acrescentando que titularizou simultaneamente a Delegacia de Riachão do Dantas por treze meses.

 

Números

 

O delegado Allison Lial conta que desde que a equipe iniciou as investigações em Lagarto, em 11/05/2020, foram instaurados 335 procedimentos, sendo 237 inquéritos policiais e outros 98 procedimentos divididos entre autos de investigação, termos e boletins circunstanciados. Além do cumprimento de 329 cotas judiciais e promotoriais, e 109 mandados de prisão. Não há procedimentos pendentes de relatório dos anos anteriores.

 

“Esses números refletem a competência e dedicação dos policiais civis lotados na delegacia de Lagarto, bem assim a integração entre unidades da polícia civil, policiais militares, Coordenadoria Geral de perícias e guardas municipais. Foram desarticuladas diversas organizações criminosas, sendo apreendida vasta quantidade de drogas e armas, e dado cumprimento a diversos mandados de prisão, busca e apreensão, internação, etc. ”, destacou o delegado.

Podcast

13 de Janeiro de 2022

Isaque Cangussu concede entrevista a Jornal da Rio sobre a paralisação da Polícia Civil

Parceiros

Este site usa cookies para fornecer a melhor experiência de navegação para você. Para saber mais, basta visitar nossa Política de Privacidade.
Aceitar cookies Rejeitar cookies